esportes litle

esporte links01esporte links02esporte links03
esporte links04esporte links05esporte links06

 

A prática de atividade física  e/ou esportiva proporciona a oportunidade para nossos alunos testarem seus limites e potencialidades, prevenindo as enfermidades secundárias à sua deficiência, além de promover a integração social e melhora da autoestima.
                O CERVIM, em parceria com AETERJ (Associação de Equoterapia do Estado do Rio de Janeiro), a ANDE (Associação Nacional de Desporto para Deficientes) e o CPB (Comitê Paraolímpico Brasileiro), promove a prática de atividades esportivas como forma de tratamento e/ou treinamento. Seja como paciente ou como atleta, aqui ele terá a oportunidade de conhecer e praticar esportes como a Bocha, a Petra (tricicleta), a Natação, o Futebol de Sete, a Dança Adaptada e o Hipismo Adaptado, todos oferecidos com o suporte do Centro.

 

esp-bocha title

Praticado individualmente, em duplas ou equipes, a prática da bocha é recomendada, principalmente, para atletas com paralisia cerebral severa por ser um jogo que requer planejamento e estratégia na tentativa de colocar o maior número de bolas próximas da bola-alvo, desenvolvendo e aumentando, entre outras funções, as capacidades visuais e motoras do praticante. Sua prática estimula a capacidade cognitiva do atleta, uma vez que as habilidades motoras associadas à inteligência tornam-se fundamentais no desenvolvimento das jogadas.

 

 

 

esp-petra title

A Petra é uma nova modalidade esportiva, exclusiva para deficientes físicos severos, onde os atletas correm com os seus próprios pés apoiando-se a uma armação com três rodas anexadas a um suporte para o seu corpo. O corredor tem o apoio de um assento e de um suporte para tronco e o guidão é utilizado para direcionar. Criada em 1989 na Dinamarca e praticada desde 2009 no Brasil, graças a uma parceria entre  ANDE, CPB e AETERJ, essa modalidade possibilita ao atleta o fortalecimento muscular, melhoria da coordenação motora e a capacidade de locomoção independente, além de um grande estímulo à sua autoestima.

 

 

 

esp-natacao title

Esporte completo que proporciona grande variedade de benefícios para os portadores de necessidades especiais. As atividades motoras em meio líquido visam o desenvolvimento cognitivo, afetivo, emocional e social do praticante, além de ser um excelente meio de execução motora, o que favorece o desenvolvimento global do indivíduo portador de necessidade especial. Por isso, o CERVIM oferece, em sua sede, piscina indoor climatizada e uma equipe de treinadores altamente qualificados.

 

 

 

esp-futebol title

O futebol de sete é praticado por atletas do sexo masculino, com paralisia cerebral, também por aqueles que apresentam sequelas decorrente de traumatismo crânio-encefálico ou acidentes vasculares cerebrais. As regras são da FIFA, mas com algumas adaptações feitas pela Associação Internacional de Esporte e Recreação para Paralisados Cerebrais (CP-ISRA). Cada time tem sete jogadores (incluindo o goleiro) e sete reservas. A partida dura 60 minutos, divididos em dois tempos de 30, com um intervalo de 15 minutos. Não existe regra para impedimento e a cobrança lateral pode ser feita com apenas uma das mãos, rolando a bola no chão. Os jogadores pertencem às classes menos afetadas pela paralisia cerebral e não usam cadeira de rodas. No Brasil, a modalidade é administrada pela Associação Nacional de Desportos para Deficientes (ANDE). O Treinamento tem como objetivo estimular as aptidões psicomotoras, e coordenação do paciente, assim como melhorar sua aptidão física relacionada à saúde, à performance e à prevenção de lesão.

 

 

 

esp-hipismo title

O hipismo adaptado pode ser praticado por atletas com vários tipos de disfunções e é uma extensão natural para quem recebe o tratamento da equoterapia. O Centro conta com uma ampla pista de treinamento localizada na Vila Militar, espaço ideal para a prática do esporte.

 

 

esp-hipismo title

A Dança Adaptada é uma modalidade expressiva direcionada para pessoas portadoras de necessidades especiais, familiares, acompanhantes e interessados em geral. Com metodologias de expressão corporal, improvisação e relaxamento adaptado à heterogeneidade dos participantes, essa modalidade tem o objetivo de criar um ambiente descontraído de aceitação, respeitando as diferenças e contribuindo para a inclusão e melhora da condição física e mobilidade. Além de todos estes benefícios, a dança ainda funciona como eficiente ferramenta de comunicação pois desenvolve a linguagem corporal do praticante.

 

Além de oferecer atividades  terapêuticas e promover competições paradesportivas, o CERVIM participa de Cursos, Simpósios e Congressos na área de reabilitação e também oferece cursos e treinamento para profissionais (com formações nacionais e internacionais), além de ministrar estágio curricular para a graduação do curso de Fisioterapia da Universidade Castelo Branco e também de outras.

 

 Os profissionais do CERVIM  são altamente capacitados e se baseiam em evidências científicas para fornecer o melhor tratamento de reabilitação a seus pacientes.